http://blogueirashame.com.br

Aula de cultura do dia




Não sei o que é pior: uma pessoa achar que "50 tons de cinza" e esses mela calcinha tipo Sabrina são cultura ou escrever "vinícula" e "involvente" num post com o título de "cultura".



150 comentários:

  1. hahahahaha que desgraça!!! Quer pagar de culta e se fodeu!

    ResponderExcluir
  2. Bem, pode não ser cultura erudita, cultura é, né.

    Mas ela nem sabe disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até a merda do funk é cultura .. mas n deixa de ser uma merda!

      Excluir
  3. ual estol 50% mais entelijente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Meu marido me olha de rabo de olho achando que surtei cada vez que dou uma gargalhada aqui... kkkkkkkkkkkkkkk
      Não sei se rio mais do comentário ou do nome da comentarista: Piricreiça! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Adoro a criatividade dos comentários!

      Excluir
  4. Titia, eu num melo calcinha com isso....tem que ter 'mais conteúdo',more, more...kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. agradecemos a informação

      Excluir
    2. De nada !!! geralmente cobro pela consultoria mas estou aprendendo com o BROGUE a prestar serviços de utilidade publica sem pedir um centavo em troca ;) #altruísta

      Excluir
    3. Esse teu comentário mudou a minha vida.

      Excluir
  5. Queria que "50 Tons de Cinza" fosse banido para sempre. Quem gosta dessa porcaria lê pouquíssimo na vida, porque eike coisa mais mal escrita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, as Blogueirinhas estão falando que é uma leitura ótima!

      Excluir
    2. Não é verdade. Eu leio muito e li 50 shades. Se fosse assim Twilight também seria banido porque é muito mal escrito!!! Quem lê muito sabe identificar isso, mas se a história vale a pena dá para ler tranquilamente. O livro não tem erros grotescos e a história de fato é interessante. As blogueiras deveriam ler de verdade, quem sabe elas não aprenderiam a escrever corretamente.

      E outra, esse tipo de livro é cultura sim, se não fosse então não existira cultura pop ou até mesmo os quadros de Andy Warhol nunca seriam arte, afinal de contas, ele pintou uma lata de sopa de tomate.

      Excluir
    3. muuuuito mal escrito mesmo! Parei no meio depois de certa insistência para tentar fazer render aquela leitura. Fico pensando nos seguintes, pois já antes de acabar o primeiro é tudo tão repetitivo...

      Excluir
    4. Dica: Leia 50 tons de cinza, com Crepúsculo do lado.
      A única diferença deles, é que um é pra crianças, e o outro pra encalhadas.

      Excluir
    5. Tipo você, né?

      Excluir
    6. Joseane, concordo: os dois são uma desgraça!

      Excluir
    7. Encalhada, no momento, eu estou. Mas vendo os maridos/namorados/noivos de muitas amigas, me considero muito bem. Com certeza, se seu comentário provém da presença de pinto, eu considero que um vibrador seja melhor do que a maioria deles. (Pelos comentários de muitas delas).
      Tem as mal comidas, mal casadas, mal amadas, mal respeitadas, bem corneadas, bem otárias... Comentário preconceituoso e machista pra vir de uma mulher, hein Joseane?
      Engraçado é que as únicas pessoas que eu conheço que já leram esse livro são casadas. TODAS. Vai ver que tá faltando boa assistência para as não encalhadas.

      Excluir
    8. Nossa, finalmente achei alguém que concorde comigo! 50 Shades foi o pior livro que já li em toda a minha vida, e olha que já li mta coisa!
      O livro é super mal escrito, a autora não sabe figura de linguagem, é repetitivo; quantas vezes ela repete, entre outras expressões, "inner goddess" (li em inglês, uma amiga de fora me deu)? E o (aaaargh) Christian, que passa a mão no cabelo toda hora?
      Dizer que o livro é bem-escrito ou que é um conto de fadas é assumir que nunca leu nada além dos livros de alfabetização. Ele não passa de um romance de banca de jornal com chicote e algemas. E esses romances Julia/Sabrina/Bianca são melhores escritos do que o 50 Shades.
      Ai, precisava desabafar.

      Excluir
    9. Vamos comparar Warhol com 50 tons de cinza. Isso aí.

      Excluir
    10. A gente, sé é pra ler um livro erótico, leiam "Sexo Anal: uma novela marrom". Sério, esse livro é maravilhoso. Não li 50 tons de cinza, mas sei lá, acho muito chato quem nunca leu ficar fazendo esse mimimi todo falando que não é culura e tals. Pode não ser uma obra prima, mas é cultura sim. E é melhor ler isso do que o blog dessas meninas, fato.

      Excluir
    11. Pelo amor em gente...quer putaria vai ler Pedro Juan Gutierrez e Catherine Millet.

      Mas ate entendo esse livro tonto fazer a cabeça das blogueiras que tentam posar com carinha de virgem romantica, rsrs

      Excluir
    12. Anônimo 11:40 - Os quadros de Andy Warhol sobre "latas de sopa" eram uma clara referência ao consumismo exagerado que a sociedade viveu naquela época.

      Arte é interpretação e também um pouquinho de estudo da sociedade, não era "uma lata de sopa", era uma crítica. Todo movimento artístico tem sua referência, e nos "ismos" (cubismo, futurismo, dadaísmo, surrealismo) além das referências artísticas também tinham as ideológicas.

      Excluir
    13. Gente, mas 50 Tons de Cinza realmente ERA uma fanfic de Crepúsculo que teoricamente deu certo, foram mudadas algumas coisas pra não ter problema com direito autoral e esse blá blá blá e virou outro livro. E por isso mesmo que, se eu já achava meio porcariazinha antes, eu nunca terei o menor interesse em ler.

      Mas não condeno quem o faça.
      Todo mundo devia ler de tudo, aliás. Só assim que dá pra criar discernimento do que é porcaria fantasiada de "história bem escrita e que prende" e o que é livro bom de vdd.

      Excluir
    14. Joseane, o melhor comentário de hoje! Adorei!

      Excluir
    15. Nunca li e nem quero, mas o que vai mudar na sua vida o livro ser banido ou não? Quando as pessoas vão aprender que se não gosta de uma coisa é só se abster e deixar quem gosta em paz? Há muita intolerância no mundo.

      Excluir
    16. horrível ainda é elogio pra 50 Tons De Cinza, sou mais julia e Sabtina

      Excluir
    17. Eu leio muito e li 50 tons de cinza. Sempre é bom variar a leitura, se eu só for ler livros que são considerados 'cultura' pelo amor né?
      Eu li crepúsculo, odiei a história, quando comecei a ler 50 tons logo identifiquei com crepúsculo, mas a história é bem interessante, vou começar a ler 50 tons mais escuros. Quem critica sem ler é ignorante, só se pode julgar as coisas depois de experimenta-las. Então, boa sorte na vida de vocês curtindo só coisas 'cultas'.

      Excluir
    18. Prefiro ir ao fanfiction.net e ler de graça as fanfics. Porque 50 shades nasceu lá, como fic UA de Crepúsculo. Para fins de publicação, a desinfeliz da escritora só mudou os nomes dos personagens.

      Excluir
    19. concordo com os dois anônimos, o das 11:40 e o das 13:47.
      parem de pseudointelectualismo, suas chatas.

      Excluir
  6. E mesmo assim ela ganha dinheiro e vc não. Duro dormir com essa realidade, não é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. @Anonymous19 de outubro de 2012 11:24
      Feelings Blogueira BURRA.

      Excluir
    2. Mania de achar que alguém se incomoda com ganhos financeiras alheios. Pelo amor, queridinha!! Fique rica/milionária... a quem interessa? Nem todo mundo é igual a você que se incomoda com alguém que tem Hermés e faz de tudo para ter uma também!!

      Excluir
    3. Ela (ou você?) podia pegar esse dinheiro "suado" que ganha, e fazer umas aulinhas de português. Ou somente comprar uma Gramática Básica e dar uma estudada.

      Excluir
    4. De fato, é muito duro ver alguém ganhar um dinheiro bem razoável para ser lyndra apenas (pq nem inteligente ela se dá ao trabalho de ser).

      Excluir
    5. HAHAHAHAHAHA! Fato.

      Excluir
    6. Ganhar dinheiro e ser burro é suficiente pra vc?
      Nível de excelência pessoal zero!
      Ser ignorante, pero com dinheirinho no bolso.
      Medíocre!

      Excluir
    7. esse argumento que valida o que a pessoa faz de acordo com o que/quanto ganha é muito triste :(

      Excluir
    8. Deve ser duro pra VOCÊ que também não deve ganhar porra nenhuma com isso, e ainda pensa de forma idiota. Se for pra ser ignorante e rica, prefiro ser pobre.

      Excluir
    9. Meu na boa? vai trabalha!
      cara chato!!

      Excluir
    10. Não é tão duro assim... afinal traficantes também ganham bastante dinheiro... nem por isso tenho que achar o que eles fazem legal

      Excluir
    11. Só gênio aqui, ta bom então...

      Excluir
  7. Eu tb nao entendi esta onda de todas postarem livro agora. Ou melhor, entendi q ateh pra ler livro de banca de jornal tem q ser sob a influencia do jabah. As mina soh leem um livro se forem pagas pra isso kkk
    Todas postaram fotos do 50 tons de cinza no instagram e, pior,se giletando pq nao tem a traducao de sei lah qual volume em portugues ainda. Ue, mas elas nao sao tao versadas no ingles? Pra fazer post com metade das "trends" em ingles e passar metade do ano em Miami e Londres em arara de loja todo mundo tem ingles, pra encarar uma "obra da literatura" nao dah? Q chato, nao sao tao versadas na linguia assim...
    Eh como disse o Nizan no texto da Folha q a Shame linkou no twitter, soh se ouve portugues em loja em Miami e NY, mas numa selecao de faculdade de primeira linha vc nao ouve brasileiros... ou seja, tem ingles pra comprar muamba, nao tem pra ler um livro inteiro. E nem portugues pra fazer uma resenha, pior ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, tenho um blog sobre livros e cultura em geral já faz algum tempo, e nunca nenhuma editora se manifestou para me dar nem que fosse um catálogo, agora vejo essas analfabetas funcionais ganharem jabá pra fazer porcamente uma coisa que eu faço - bem - e de graça é sim, revoltante. Meu único consolo é que eu resenho Jane Austen, e ela resenha um enlatado que eu nem sei o nome, hehehe...

      Excluir
    2. Brasileiro só vai em loja e balada...de brasileiro também! Ai aparece dizendo "Nossa, só toca Michel Teló nas baladas, que sucesso!", nunca vi gente mais idiota, duvido que em balada de gringo vai tocar essas merdas, só se for "Brazil Day".

      Sobre esse livro achei que foi invejinha das editoras para com as garotas que escrevem erótico pela rede, mas em vez de publicar textos escritos pelo povão, pegaram um coroa de dentes verdes para se passar de escritora.

      Excluir
  8. Eu não falo nada pq não tenho nenhum livro publicado, então... Melhor ficar na minha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hum, que coisa...Quer dizer então que ninguém pode expressar sua opinião sobre determinada obra, só por que não tem esse tipo de "credencial"?

      Excluir
    2. Hum... Que lógica.
      Quer dizer então que não se deve opinar sobre determinada obra (que é disponível ao público) só por que não se tem esse tipo de "credencial"?Se você pensa assim, nossa,que chato pra ti.

      Excluir
    3. Você não precisa ter publicado nada para fazer esse tipo de crítica. Só precisa ter escrito algum bom texto ao longo de sua vida.

      Nunca escreveu uma redação pra escola?
      Nunca escreveu uma monografia pra faculdade?
      Nunca escreveu um relatório pro trabalho?

      Isso geralmente me surpreenderia, mas considerando sua lógica falha... Até que é de se esperar que você não esteja familiarizada com leitura ou escrita.

      Excluir
    4. Melhor seria nem deixar esse comentário estúpido também.

      Excluir
    5. E viva a liberdade de falar oq quiser neh? cara chato!!

      Excluir
    6. É verdade. Eu não sei cozinhar então quando estou em um restaurante e percebo que a comida está azeda eu como até o final... Melhor ficar na minha.
      ZzzzzzZZZzzzzZZZZzzzz...

      Excluir
    7. E essa é a mesma retardada do verão no hemisfério norte... Meodeos, vai lamber o chão pra essas tuas divas blogueiras desfilarem os PatBos(ta) e sai daqui, lêmure.

      Excluir
  9. E ainda fala no blog que "para a surpresa de algumas, sou amante de livros". Só rindo mesmo. Um verdadeiro amante de livros nunca leria essas porcarias. Diga-me o que lês e eu te direi quem és.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sinceramente, tenho dó de gente como vc!
      leitura é lazer e não algo que vc faz pra entrar no grupo dos "verdadeiros amantes de literatura". até mesmo pq, pra mim, amante de literatura é quem sente prazer em ler seja o que for. gibi, revista, best seller, poesia...

      Excluir
    2. Vanessa Cesari, favor procurar a definição de literatura antes de falar bobagens. Grata.

      Excluir
    3. Boa, Anonymous! UAHSUASHUAHS

      Excluir
    4. Acho q orna demais estas leituras com estas meninas. Nao vejo contradicao no estilo de vida delas e na leitura. Vida meio superficial, profissao superficial, leituras totalmente superficiais.
      Soh acho tb q mesmo pra ler estas superficialidades, elas soh fazem pq eh jabah. Duvido q leiam (mesmo estas coisas q sao a cara delas) e postem por puro amor 'as letras ou ao clube do livro.
      Pq nao postava "livro do dia/semana" antes de fazer parceria com editora?

      Excluir
    5. Nossa então só é amante de leitura quem lê livros conceituados? Achei que o amante (QUE AMA) leitura seria qualquer um que gosta de ler. Não sabia que para ser considerado amante de leitura deveria ler livros com um certo padrão. Então vou listar depois os livros que li e vce anonimo, com toda sua sabedoria, me diga se estou apta a me considerar uma "amante da leitura". Amo quem vem aqui só pra pagar de intelectual!! Fala que lê Machado de Assis, Saramago mas na verdade né?! Mente fechada é osso. Leitura é BOM em todos os sentidos, seja qual for o conteúdo. Seja livro, jornal, revista...

      Excluir
    6. Então amante de livros é só quem lê A Odisséia e afins? Não pode ler best seller? QUE TÉDIO!

      Excluir
    7. Elas lendo ou não, se conseguirem influenciar alguém que não tem o habito a ler alguma coisa já tá valendo.

      Excluir
    8. Ué Shame meu comentario foi apagado por?

      Excluir
    9. não to dizendo que não são superficiais, to dizendo que, independente do que se trata o livro - sendo um assunto profundo ou não -, não deixa de ser literatura.
      agora se elas leem mesmo ou não, não garanto. só defendo que leitura é lazer e vc tem que ler o que te agrada, seja superficial ou não.

      epra quem pediu, tá aí!
      literatura, de acordo com o dicionário michaelis, é:
      1 Arte de compor escritos, em prosa ou em verso, de acordo com princípios teóricos ou práticos. 2 O exercício dessa arte ou da eloqüência e poesia. 3 O conjunto das obras literárias de um agregado social, ou em dada linguagem, ou referidas a determinado assunto: Literatura infantil, literatura científica, literatura de propaganda ou publicitária. 4 A história das obras literárias do espírito humano. 5 O conjunto dos homens distintos nas letras. L. amena: literatura recreativa; beletrística. L. de cordel: a de pouco ou nenhum valor literário, como a das brochuras penduradas em cordel nas bancas dos jornaleiros. L. de ficção: o romance e o conto (também se diz simplesmente ficção). L. oral: todas as manifestações culturais (conto, lenda, mito, adivinhações, provérbios, cantos, orações etc.), de fundo literário, transmitidas por processos não gráficos; parte do folclore.

      Excluir
    10. Se sendo uma ~amante de livros~ ela já assassina o português, imagine se não fosse...

      Excluir
    11. ORNA???????????????????????????????????????????????????????????????????????
      PQp###########
      minha vó fala isso...

      Excluir
    12. Gente, se já não fazem a coisa direito falando sobre moda, imaginem sobre literatura, é pedir demais pra essa meninas. Mas não acho certo esse julgamento exarcebado de "Diga-me o que lês e eu te direi quem és". Eu leio Austen, Tolstói, Dumas, Nablukov, Kafka, mas também já li Paulo Coelho, Sparks, Crespúsculo e Harry Potter. Acho que em um país com poucos leitores como o nosso, é melhor que se leia um enlatado best-seller, do que não ler nada.

      Excluir
    13. Esse povo que fala tanto do livro, que nao eh cultura, aposto uma perna que nunca leu nada na vida que nao fosse obrigatorio! Ah, vao procurar o que fazer... o blog aqui eh uma diversao, pra gente rir dos erros e nao julgar o livro pela capa, ou a pessoa pela roupa que veste! Todas se odeiam pq nao tem metade do guarda-roupa delas... #prontofalei...
      Deixem de ser idiotas...

      Excluir
  10. tenho que concordar que os erros de escrita e tal são grotescos, mas falar que o livro não é cultura pq é "mela calcinhas" já é oooutra coisa...
    não li nem a saga dos tons de cinza e nem esse outro, por isso não posso falar quanto à qualidade do livro, mas mesmo assim não deixa de ser cultura.
    sem falar que eu acho que a leitura em si é um ato de lazer, ou seja, vc lê o que é prazeroso pra vc. ou vcs só assistem noticiário na TV?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, a gente também lê os posts dessas it bloguentas pra poder gongar mais tarde.

      Excluir
    2. Super concordo com você Vanessa. É que tem gente aqui que só acha que Dostoiévski é cultura.

      Excluir
    3. se desse, eu curtiria seu comentário! heheh

      Excluir
    4. Blogueira Shame é cultura? Ou eu vou ter que sair correndo e começar a ler na internet só artigo científico?
      ZzZz...

      Excluir
    5. 50 tons de cinza não é cultura não. Dissemina uma ideia errada, emburrece as pessoas que passam a considerar fetichismo algo completamente infantil. Assim como Crepúsculo possui inúmeros elementos racistas, machistas, possessivos, com uma geografia péssima além da própria anatomia.

      Para quem não sabe, na saga Crepúsculo a personagem principal diz inúmeras vezes que os vampiros brancos são perfeitos. Ela também se submete a TODAS as vontades do vampiro e quando ele a deixa tenta se matar várias vezes porque ela vive só pra ele. A autora também escreveu que aqui no Brasil nós falamos em ESPANHOL e várias vezes durante a gravidez da Bella coisas ABSURDAS foram escritas como parte da nossa anatomia e biologia.

      50 tons de cinza é uma fanfic dessa porcaria e consegue ser ruim passando uma ideia de submissão e fetichismo que são falsas, uma vez que há um conceito completamente dentro diferente dentro do BDSM (Bondage, Dominação, Sadomasoquismo, Masoquismo). Aí donas de casas e crianças ignorantes vão achar que são conhecedoras de todo esse submundo (que é muito respeitoso e cuidadoso para não ser violência gratuita em suas variadas formas - não apenas física).

      Então NÃO, esses livros NÃO SÃO cultura. São lixos são escritos por pessoas completamente ignorantes, que não foram capazes de pesquisar os assuntos que escreveram. Esses livros NÃO SÃO cultura de forma ALGUMA e tendem a deixar pessoas ignorantes caso elas levem esse tipo de coisa como forma de conhecimento. O que é comum fazermos já que publicações, em teoria, nos servem para agregar conhecimentos.

      Excluir
    6. E ficar gongando blogueira é um ato só para pseudo-cults, claro.
      É coisa só pra quem é muuuuuuuuito cultzona, intelectual e com o português 100% afiado.

      Excluir
  11. Me iiriiitaaaa profundamente essa merda de 50 tons de cacete a quatro.... mundinho de bRogueira tem até tendência de livo agora?? Vai cagar! Aí vai tudo as otária comprar o livrinho por que tá super na moda e as amigue só fala disso... infernooooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é podrão, amigue! Vc vê logo q essas garotas são superficiais, nem é pelo fato do livro ser uma merda, mas sim pleo fato do livro ser um best seller, tá todo mundo falando sobre e blá, blá, blá, ou seja, nem pra escolher um livro elas tem capacidade.

      Excluir
  12. Ops, tem gente que pelo visto só fica em blogs!!! 50 tons de cinza não é moda de blogueira não...qq esquina ouve-se falar dele!!!!Sendo bom ou ruim, com certeza não foram as blogueiras que fizeram ele ser o sucesso de vendas (sendo mela calcinha ou não, essa é a realidade)...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, vcs lêem os blogs podres dessas meninas, dão audiência, e vem aqui falar mal de um livro?? Me poupem, é muito recalque.E 50 tons já era um livro bem conhecido, muito antes do jabá dessas meninas.

      Excluir
    2. Não é moda de blogueira mas as blogueiras estao lendo porque EASTÁ NA MODA! Se não estivesse na moda, elas provavelmente nem leriam...

      Excluir
    3. THIS!!!!!!!!!!!!!!!! Amen, Jesus!
      As pessoas são tão cegas de ódio pelas blogueiras que não compreendem que essa modinha de 50 Tons De Cinza já vem bombando desde meados de Julho aqui no Brasil. Não só no Brasil como no mundo todo... Eu mesmo comprei o livro por causa da "modinha" em Setembro, não vou negar.
      Em qualquer livraria que eu entrava o livro estava exposto como best seller #1, comprei sem nem ao menos saber do que se tratava e posso dizer que é MUITO CHATO.
      Não sou leitorzão cult, não sou bookworm, leio ocasionalmente um livro que eu acho que vá me agradar ou como no caso do 50 Tons, um livro que "todo mundo está comentando" e dessa vez me arrependi.
      O livro não é mal escrito, a história não é tão chata mas a leitura é massante, a cada 2 capítulos tem uma cena de sexo de 10 páginas pelo menos, super cansativo e enjoativo.
      Parei faltando umas 150 páginas e não consigo terminar, só de olhar pro livro sinto uma preguiça infinita.

      Excluir
  13. Eu acho que vocês precisam ler 50 tons de cinza antes de falar....hahaha o livro mudou minha vida (e do meu marido tb)! Não tem nada a ver com modismo, o livro é bom...pode até não ser o estilo de todos mas muita gente toma birra SÓ PORQUE ESTÁ NA MODA! Quanto aos erros de português da blogueira em questão...isso é sem comentários, alguém que se propõe a ter um blog tem que primeiro saber escrever! beijos! Adoro o shame!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que comentário dispensável, amigue. Se mudou tanto a sua vida e a do seu marido, tá fazendo o quê perdendo seu tempo num blog? Vai ali comprar umas algemas e não enche o saco.

      Excluir
    2. Não, o livro não é bom! Me dava engulhos toda vez que li sobra a deusa interior!
      O livro tem sexo e a vida sexual de quem gosta deve ser bem sem graça pra aguentarem um livro mal escrito só pra terem uma nova ~ideia~ nessa área.

      Excluir
    3. Patrícia concordo plenamente com vc!!! as pessoas pegam birra do negócio só porque blogueira postou!! e não tem nada a ver com isso! o livro tb apimentou minha relação, e quem discorda é pq não tem marido ou namorado hahahahahaha! e nem venham dizer se preciso disso pra mudar qq coisa, mas digo... é como uma música... as vezes nos identificamos com ela e com o livro foi a mesma coisa. Qualquer um é livre pra ler o que quiser, seja lá o que for! até blog de moda kkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    4. Eu já li. E é mal escrito pra caramba. Tudo bem você gostar, sabe, eu gosto de muita coisa tosca, mas eu tenho plena consciência que é ruim.

      Excluir
    5. Tenho pena de vc e do seu marido!

      Excluir
    6. 50 tons é mal escrito, sim!!! A tal da deusa interior devia escorregar e bater a cabeça durante alguma daquelas danças e aqueles dois precisam de um psicólogo urgentemente...
      Nada contra quem usou o livro pra apimentar a relação (até pq, eu fiz isso), mas é bom colocar cada coisa no seu lugar...
      Alguém falou de Crepúsculo... se você levar em consideração que grande parte dessa molecada hj em dia tem aversão a leitura, se esses livros servirem pra que eles tomem gosto pela leitura e conheçam outras coisas, ótimo!!! O mesmo vale pra 50 tons... ela faz referências a vários clássicos da literatura, se as pessoas conhecerem esses livros, já valeu...

      Excluir
    7. Que comentário dispensável, amigue. Se mudou tanto a sua vida e a do seu marido, tá fazendo o quê perdendo seu tempo num blog? Vai ali comprar umas algemas e não enche o saco. (2)

      Excluir
    8. Pô, nem precisava gastar dinheiro com esse livro, amigue, red tube taí disponível, e é gratuito!! kkkk

      Excluir
  14. de acordo com as novas regras ortográficas o PARA de PARAR não tem mais acento. Portanto, não deveria ter sido sublinhado aquele trecho do texto!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Filha, sublinhei porque tem três "para" em uma única frase. Para mostrar o vasto vocabulário da blogueira,, entendeu? Ou quer que eu desenhe?

      Excluir
    2. hahaha a fia sabe tudo de regras ortográficas...mas não sabe(ou tem preguiça) de ler!!

      Excluir
    3. Mas fica estranho escrever "Ele para para ajuda-la". Agora é certo escrever assim, as duas palavras iguais juntas ???

      Excluir
    4. Como sempre muito bem educada ao receber as críticas, "mamãe". Lindo de ver!!

      QUEM CRITICA, TEM QUE SABER RECEBER CRÍTICAS.

      Excluir
    5. Nossa, Shame, não sou a pessoa que postou o comentário acima, mas você realmente é grosseira algumas vezes.
      Eu acho muito bacana o fato de você denunciar publicidades mascaradas, só é uma pena que em alguns momentos perca o tom e torne-se tão ácida nas palavras.
      Eu cheguei até o blog porque li uma reportagem bem interessante a respeito do tema levantado por você, mas com o passar do tempo percebi que isso tornou-se secundário.
      Adoro quando você destaca posts publicitários que não foram sinalizados como tal, e até mesmo quando fala sobre alguns absurdos postados pelas blogueiras, só que essas atitudes do tipo "Entendeu? Ou quer que eu desenhe?" incita boa parte dos comentários ofensivos que suas leitoras deixam nos posts, pois reflete exatamente a postura de quem escreve o blog.

      Excluir
    6. Dãããã, burra!

      Excluir
    7. Nossa, shame... Que grosseria sem razão... Não é o caso de destratar a boa alma que se deu ao trabalho de conhecer o novo (e bizarro) acordo ortográfico, né!

      Excluir
    8. nossa, que mulher estúpida! A menina só queria ajudar. Eu hein

      Excluir
    9. Um preposição e outro verbo conjugado...Entendo sua lógica mas não concordo com esse argumento.

      Excluir
  15. Na época que Crepúsculo virou uma febre, eu tinha a maior vontade de recomendar os livros da Anne Rice para as leitoras da Meyer. Algo como o livro do Armand, ou Fazenda Blackwood. Seria hilário ver a reação delas, não?

    Agora, com essa onda de 50 tons de sei-lá-o-quê, vou incentivar a leitura do Sade. "Ah, você gostou mesmo desse livro? Então você TEM que ler 120 Dias de Sodoma. Você vai a-do-rar! Tem até o filme, menina", e depois ver as expressões de ~pânico~ na cara das coitadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sade causa pânico em alguém?

      Excluir
    2. Ótimo comentário, mas certamente pouca gente sabe quem é Anne e Sade!!

      Excluir
    3. Huahauhauahuahuahau
      Amei!!!

      Excluir
    4. 120 dias de Sodoma é animal, hahahaha...

      Excluir
    5. Por acaso não acho Anne Rice um livro tão maravilhosamente escrito... que tal Machado de Assis ou Saramago? estes sim sabiam escrever !

      Excluir
    6. Eu acho o jeito de escrever do Saramago meio cansativozzzzzz, o que complica, afinal a principal característica dele é aquele texto enorme-sem-parar-e-agora-quem-está-falando-melhor-voltar-pra-entender-melhor-será-que-tem-algo-bom-passando-na-tv, nunca tenho paciência. Machado é tranks, tem qualidade e leitura agradável.
      Anne Rice eu nunca li, mas imagino que, apesar de não ser um clássico da literatura universal, não é nenhuma aberração e diverte sem ofender a inteligência. Mais ou menos o que eu sinto quando leio Isabel Allende.

      Excluir
  16. Bozzo agora faz resenha kkk Assim como Miss Araca faz receita. Soh q Miss Araca contratou uma chef profisisonal pra ensinar ela fazer molho de mostarda e postar em video. Do mesmo jeito, Bozzo deveria contratar o editor da Companhia das Letras pra ser o "ghost resenhista" dela, ou pelo menos pra indicar alguem...

    ResponderExcluir
  17. Isso prova duas coisas. Uma é que essas blogueiras não têm personalidade nenhuma, acham "suuuuuuper" qualquer lixo desde que esteja na moda. Segundo, é o grau de ignorância da própria língua. É mais importante contratar um fotógrafo profissional para tirar fotos do "look do dia" do que um revisor. Aliás, cansei desse português pé-rapado com termos em inglês, acho tão cafona.

    ResponderExcluir
  18. E, a propósito, minha birra não é porque está na moda, não. É porque saem por aí dizendo que o livro é revolucionário e coisa e tal e, gente, sério? Revolucionário? Surpreendente? "Naonde" isso? É clichê atrás de clichê, a mesma historinha de conto de fadas de sempre. A diferença é que tem, olha só isso gente que legal, ~sexo~. Fora o disparate que é pegar um assunto tão interessante quanto o mundo do BDSM e transformar numa coisa tão piegas e entendiante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Camila!
      Li o livro pra tentar entender a razão de tanto burburinho e, sério, continuei sem explicação. É uma coleção tão gigantesca de clichês que qualquer um que tenha lido dois bons livros na vida fica com preguiça. Fora que é a coisa mais mal escrita que eu já vi publicada por uma editora.

      Excluir
    2. Red tube tá aí pra isso! E na boa, eu não vou levar a sério esse livro, só de olhar pra cara da autora do livro, maior cara de mulher encalhada que fica fantasiando como seria a vida dela se ela tivesse 20 anos a menos e tivesse encontrado um cara rico pra fazer putaria...

      Excluir
    3. Camila, falou tudo! A maior questão pra mim é essa, onde que nego achou que esse livro é revolucionário? A história é boba e comum, o vocabulário raso e pobre, com uma incansável repetição de palavras e como se não fosse o bastante, o tão falado "sexo" é na verdade entendiante.
      Me sinto triste por duas coisas, primeiro por o universo BDSM ter sido tratado com tamanha banalidade e explicado por razões totalmente sem nexo, infância difícil e etc ... e segundo, por ver tantas mulheres achando que Grey é o homem perfeito, sendo ele um cara opressor e abusivo. Nem vou citar a protagonista, pois essa dispensa comentários, nem uma menininha seria tão boba.
      Estou lendo o segundo livro, com muito custo, pois quero ver onde isso vai dar, embora acredite que não há muita esperança, não sinto evolução nenhuma nem na história e nem nos personagens.
      De qualquer forma, ainda sou da opinião que é melhor ler isso do que não ler nada, já que a leitura não é muito incentivada, no geral.

      Excluir
    4. R.L.,
      já penso que às vezes é melhor não ler nada do que ler um livro que passa ideias negativas. O incentivo deve ser para boas leituras que agreguem conhecimento ou que pelo menos não sejam um absurdo atrás do outro, em um misto de ideias ruins com escrita pobre.
      50 tons era fan fiction de twilight, logo, não tem como ser bom...pra nada.

      Excluir
  19. Pode ter até escrito errado mas ainda acho o blog dela um dos melhores. O livro pode não ser "cultural" suficiente para vce shame mas se ao ter indicado o livro (tendo ela lido ou não) ela incentivar uma das meninas que visitam o blog, e não tem o habito de ler, a ler o livro, já acho que a indicação foi válida. Sendo o conteúdo do livro pobrinho ou não hoje esta cada vez mais difícil encontrar pessoas que realmente tem o habito de ler. Podem vir aqui brigar, falar que já leram mil livros e etc, mas INFELIZMENTE a realidade hoje é essa. A leitura é um habito que mesmo começando com livros banais como este e o 50 shades pode evoluir para algo mais intelectual. E outra sendo ruim ou não, NÃO DEIXA DE SER CULTURA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 50 SHADES PODE EVOLUIR PARA ALGO MAIS INTELECTUAL!!!
      Harry Potter e Crepúsculo também, né?

      Excluir
    2. CLARO que sim. Uma pessoa que não tem o habito de ler, nunca leu um livro inteiro na vida vai começar a ler o que? Grande sertão veredas? Pra apreciar e compreender bem uma leitura densa as pessoas tem que começar a ler o que gostam, por lazer. Vce não ensina uma criança a gostar de ler dando a ela Machado de Assis. Dá a ela livros que ela gosta, que ela entende. Uma pessoa pode começar lendo Harry Potter e aprender a gostar de ler...

      Excluir
    3. concordo com vc! eu não li crepúsculo, não li os 50 tons, não li esse que ela indicou no post, nem código da vinci. e não li pq? pq (eu acho que) não fazem o meu tipo! pode ser que eu esteja enganada quanto a isso, mas não li.
      agora se um livro (seja qual for!) fizer com que uma pessoa se interesse por leitura e faça dela um hábito, um meio de lazer, eu apoio super!

      Excluir
    4. Vanessa Cesari Também não li nenhum desses mas não tenho nenhum tipo de preconceito quanto a leitura. Não julgo quem lê livros como esses. Até porque não tenho a hipocrisia de falar que o primeiro livro que eu li foi Grande Sertão Veredas e por isso hoje eu amo ler. Hoje eu leio sim livros mais densos mas justamente porque tive o hábito de ler livros banais por lazer primeiro. Acho que começar a ler com 10 anos e com 50 não faz diferença. Só de começar já conta muito. Seja um Harry Potter (que sim li todos e para mim foi grande fonte de divertimento), 50 shades ou um memórias póstumas de brás cubas...

      Excluir
    5. Falou tudo!! #apoiada

      Excluir
    6. justamente! se um livro fizer alguém que não tinha o hábito de ler passar a tê-lo, já cumpriu seu papel :)

      Excluir
    7. Eu acho arrogância intelectual MUITO pior do que material. Teoricamente as pessoas "letradas" possuem melhores condições de analisar fatos e evitar preconceitos né?

      Excluir
    8. TEM TODA A RAZAO A PESSOA DO COMENTARIO ACIMA! NAO LEIO (LER NAO É BEM O VERBO) NENNHUM BLOG DE MODA MAS ACHO QUE A BLOGUEIRA QUE INDICAR UM LIVRO,INDEPENDENTE DE QUAL SEJA, JA TA UM PASSO À FRENTE.
      BEIJOS A TODOS!
      DESCOBRI O SHAME HA POUCO E TO ADORANDO, RIO MUITOOOO!!!

      Excluir
    9. Nota-se que você não tem hábito de leitura.

      Excluir
    10. Dispensando o "teoricamente", na prática, pessoas "letradas" e mesmo "arrogantes intelectualmente" deveriam escrever melhor. Eu acho. Não sabe? Então use corretor ortográfico, dicionário e gramática virtual, tudo de graça. Caro mesmo é a ignorância. Minha opinião.

      Excluir
    11. Gostei do seu comentário, Eu!
      Esse livro é uma merda mesmo, mas noto frequentemente o povo torcendo o nariz pq tem gente q gosta de algo q eles julgam "inferior". A mesma coisa quanto a musica. Pessoal do rock é chato pra caralho, e fica fazendo piada de pagode, axé, forró, funk. Eu passei dessa fase há mto tempo, e respeito os gostos musicais das pessoas (só pop q é uma merda msm), mas cara, cada um com as suas escolhas, o ouvido é de cada um. Arrogância e mania de superioridade está em todas as vertentes e camadas.

      Excluir
  20. Jah acho vantagem elas saberem q 50 tons de cinza nao eh a nova linha de Cashmere da J.Crew (apesar de a propria Bozzo jah ter postado look do dia cinza em homenagem ao livro), pq estas todas tem cara de q nao leram nem resumo de obra obrigatoria de literatura pro vestibular (o q, chato ou nao, seria o minimo exigido na vida profissional de um ser humano).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor comentário!!! hahahaha.. me afinei!!!

      Excluir
  21. Titia, tem mais um erro, ela escreveu "1,5 milhões de livros vendidos"!! É 1,5 milhão, neh?

    ResponderExcluir
  22. Ai titia, essas leitoras do 50 tons de cinza estão se achando... Afinal, certamente, é um dos poucos livros que leram.
    Quando eu estava na quinta série li Capitães da Areia, do Jorge Amado e fiquei empolgada em ler sobre sexo e vejo essa mesma empolgação nelas, com a diferença que Jorge Amado é tudo de bom e que eu tinha só 11 anos.
    Fora o sentimento de dó que tenho pela protagonista que é virgem no quarto ano da faculdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa paguei de intelectual na net. Troféu cultura pra vce amigueee.. Amo gente que vem aqui para se gabar de suas conquistas acadêmicas/profissionais. E daí que vce leu quanto tinha 11 ou 50 filha? Se vce fosse tão culta, como diz ser teria a cabecinha um pouco mais aberta. Se vce curte leitura densa, beleza, se da um hi-five aí mas aprende a respeitar os gostos de cada e não fica vindo em blog contar vantagem falando que leu meia dúzia de livros e que por isso automaticamente todos que leem livros como o 50 shades "leem pouco" ou são piores que vce. A unica que ta se achando é vce nina.

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Nina = sou linda, absoluta, chorem de inveja.




      Só que não.

      Excluir
    3. Nossa vce leu quando tinha 11 anos. SOU sua fã cara!! kkkkkkkkkkkk

      Excluir
  23. Realmente pessoal. Vocês tão chatas pra caralho. A blogueira em questão é uma burra e eu amo a Shame. Mas gente, vamos nos respeitar? Agora 50 tons de cinza é livro mela calcinha, coisa de gente burra, e quem lê é imbecil, maria vai com as outras e blablablá. É muito mimimi, viu?
    Essa é a mesma linha de pensamento das que julga quem gosta de novela, ou de BBB. Se gosto disso, sou uma alienada, ignóbil inculta. Ah faz favor!!!
    Não julgue antes de ler. E se leu e não gostou, não ofenda quem o fez. Ele não é um sucesso por causa de blogueiras. Tampouco é um sucesso por acaso. É um sucesso porque a maioria das mulheres se identificou. Contra fatos não há argumentos. Seja o livro bom ou ruim, o fato é esse - ele é um sucesso e a maioria das mulheres se identifica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Curthiiiiiii mil vezes seu comentário! Fico aliviada em saber que ainda existem pessoas sensatas nesse blog. Oremos!

      Excluir
  24. Um livro que vende milhões de exemplares no mundo com toooooda certeza não deve ter sido graças a propaganda de blogueira!!!!! eike preguiça dessa gente hipócrita que deve ter na cabeceira livros mega chatos pra pagar de intheligenthiiiiiiiii!!!!! Se solta, se joga culega!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  25. Emma Harper Watson19 de outubro de 2012 16:43

    O problema maior nem é o livro (neste ponto discordo, acho que todo livro é bem vindo, melhora o nosso vocabulário... como no caso da blogueira em questão, acho que precisa ler mais uns 400 livros), mas sim ela fazer uma resenha de um livro erótico em um blog cujo público-alvo são ADOLESCENTES! Ok, sei que a maioria do pessoal que lê estes livros são adolescentes, mas a venda é (ou pelo menos deveria ser) proibida para esse público. Uma amiga minha tem parceria com a Novo Conceito e recebeu esse livro de presente, e eles fizeram os parceiros preencherem um questionário perguntando a idade, justamente para um menor não receber o livro. E eles não obrigam ninguém a fazer as resenhas. Não entendo por que ela fez isso.
    Outra coisa: tanta blogueira LITERÁRIA tentando parceria com editora e essas bloguetes de moda é que conseguem? Ah, para né!

    ResponderExcluir
  26. Me acordem o dia que essas broguetis indicarem García Márquez, mas vocês querem o quê? Me espanta que elas saibam ler, então 50 tons de cinza tá de bom tamanho.

    ResponderExcluir
  27. As pessoas vivem se agredindo aqui, muito triste...

    ResponderExcluir
  28. Infelizmente, de acordo com a nova regra ortográfica o 'para para' está correto. O primeiro é do verbo parar, que perdeu o acento diferencial. O segundo é preposição. O restante é imperdoável. Rsrs.

    ResponderExcluir
  29. Aproveitando o "tema" cultura, visitem o blog da Luciana Tranchesi de segunda-feira, e se deliciem com as "chatiSSes" - assim mesmo com "SS" - que ela conseguiu evitar no final de semana em São Paulo, mas nos enfiou " goela abaixo" no início da semana!!! Abraço

    ResponderExcluir
  30. Dá uma dor ao ler esses trechos...Mas os "paras" da vida realmente perderam o acento...

    ResponderExcluir
  31. hahaha esse post acordou as hipster's leitoras de Shame. Que contradição! "Sou culta e intelectual, leio coisas muito acima da média, mas me divirto gongando os outros!" Eita povo infeliz!

    ResponderExcluir
  32. Não acredito, Shame! Vc não aceitou meu comentário???
    E ele não foi nenhum pouco grosseiro, apenas fiz uma crítica quanto ao modo como responde suas leitoras em alguns momentos e também a respeito de alguns posts que me parecem fugir da ideia do blog!!!
    É hipocrisia criticar as blogueiras que não aceitam críticas, mas fazer a mesma coisa! Eu entenderia perfeitamente se tivesse feito um comentário inadequado, porém não foi o caso.
    Por favor, não nos decepcione! Não seja aquilo que vive criticando!

    ResponderExcluir
  33. 50 tons de cinza não é cultura não.... Cultura é o blog da titia.... kkkkkkk

    Tá me saindo uma bela de uma ignorante! Procura no pai dos burros o que é cultura, antes de fazer como as bloguetes e conversar fiado...

    ResponderExcluir