http://blogueirashame.com.br

Vamos ajudar a Júlia?

Júlia e a irmã, Amanda

Na semana em que o caso Gina Indelicada foi o assunto mais comentado na internet, o roubo do sonho e do direito de uma menina afetada pela reintegração de posse quase passou despercebido.

Um grupo de pessoas que mantém um grupo de discussão no Facebook resolveu levar ao pé da letra a palavra "engajamento", que é tão usada e vendida por altas cifras por empresas de social media e em poucos minutos resolveu que não ficaria analisando gráficos e fazendo relatórios frente ao acontecido.

São nomes fortes nas mídias sociais e que não só organizaram todo o trâmite como confirmaram que ser colaborativo, nos dias de hoje, é rápido, fácil e, sim, pode fazer toda a diferença fora do mundo virtual e tem importância muito maior do que discutir até a exaustão temas das redes sociais.

Por meio de ferramentas online, como o Vakinha.com.br, o grupo de amigos está captando verba para comprar cestas básicas, fraldas e leite para as crianças, material escolar, medicamentos e o que mais for necessário.

Sábado passado estive no acampamento e pude comprovar que a situação em que eles estão vivendo é muito precária: não têm onde tomar banho e cozinhar, não têm banheiro (fazem as necessidades em um bueiro) e cerca de 94 famílias vivem amontoadas em 8 (!) barracas de plástico.

Não podemos mudar o mundo, mas podemos aliviar um pouco o sofrimento dessas pessoas, principalmente das crianças que não têm culpa de nada. Para contribuir com qualquer valor, é só acessar nossa Vakinha, obrigada!


UPDATE!!!


Já conseguimos arrecadar os 5.000 reais, obrigada a todos que contribuíram! Vamos prestar contas de tudo que for comprado com o dinheiro.

0 comentários:

Postar um comentário